Monalisa Perrone impede que Witzel faça discurso na CNN Brasil: “Isso é uma entrevista”

Monalisa Perrone não está para brincadeira na CNN Brasil. A emissora conseguiu o feito de ser o primeiro veículo de imprensa a entrevistar o governador do Rio, após a operação Placebo ir com mandatos de busca no Palácio Laranjeiras neste terça-feira (26).

Witzel tentou repetir o mesmo discurso que fez mais cedo, em pronunciamento aos jornalistas. Sem ter espaço para as perguntas, Monalisa precisou interromper a autoridade executiva.

Preciso interromper o senhor, com toda a educação. Nós ouvimos o pronunciamento que o senhor fez hoje, a ideia aqui é que nós conversemos. Então, se o senhor puder fazer a gentileza de ouvir nossas perguntas e fazer as suas respostas com o tempo que for necessário, aí sim, isso é uma entrevista. O pronunciamento nós já tivemos”, disse a jornalista.

Na sequência, Wilson Witzel respondeu às perguntas feitas pelos jornalistas da CNN Brasil. No fim, Monalisa ponderou a invertida que precisou fazer durante a entrevista:

“Durante o dia inteiro, o governador Wilson Witzel tinha dado apenas um pronunciamento. Aqui na CNN, o que teve foi entrevista. É assim que a gente trabalha. Perguntas são feitas a todos os interlocutores e, se eles tiverem a delicadeza, a elegância e a ética de nos ouvir, as respostas serão dadas”, ponderou.