Band retira jornalistas da cobertura do Alvorada. Record TV mantém

Após a Globo e o Grupo Folha decidirem retirar jornalistas da cobertura diária da porta do Palácio Alvorada, a Band também optou em não expôr mais sua equipe de profissionais no local. As informações são da coluna de Maurício Stycer, do UOL.

Há dias, manifestantes a favor de Jair Bolsonaro têm subido o tom e ofendido a imprensa que trabalha no local. Na tarde de ontem (25), alguns deles xingaram os jornalistas e tentaram intimidá-los.

O Gabinete de Segurança Institucional não havia disponibilizado a segurança necessária à imprensa e, até aqui, não respondeu os chamados feitos pelos veículos. Os manifestantes de Bolsonaro agiram livremente na área de trabalho dedicada a jornalistas.

O Grupo Metrópoles, pertencente ao senador Luiz Estevão (MDB/DF), também decidiu retirar seus repórteres do local. O objetivo é evitar que a equipe fique exposta a qualquer tipo de risco.

A Record TV informa que manterá normalmente a cobertura diária na porta do Palácio Alvorada. Já o SBT ainda não se posicionou a respeito. As duas emissoras possuem boa relação com líderes do governo, em especial, com Jair Bolsonaro.

A CNN Brasil ainda não se posicionou sobre o que pretende fazer com a sua equipe no Alvorada.

Imagem: Reprodução TV