Por Blanc, Humberto Carrão detona Regina Duarte: “Vergonha”

A morte de Aldir Blanc (73) deixou a música brasileira de luto nesta segunda-feira (4). O compositor é mais uma das vítimas do novo Coronavírus.

Ao lado de João Bosco, Blanc foi autor de ‘O Bêbado e a Equilibrista’, canção imortalizada na voz de Elis Regina. A composição é um símbolo da luta contra a ditadura.

O silêncio do Ministério da Cultura, liderado por Regina Duarte, vem despertando críticas da classe artística do país.

Humberto Carrão, o Sandro de Amor de Mãe, foi às redes sociais mostrar sua indignação contra o silêncio de Regina: “Que vergonha desse país, que vergonha dessa pessoa”, disse o ator.

O governo também não fez nenhuma citação por Flávio Migliaccio (85), encontrado morto na manhã de hoje (4).

Imagem: Instagram
Advertisement