Patrimônio cultural, Biscoito Globo fecha sua fábrica pela primeira vez em 67 anos

Quem vem ao Rio não pode deixar de visitar os cartões postais da cidade e comer um produto com a cara do carioca: o biscoito Globo.

A pandemia do novo Coronavírus fez com que uma das marcas mais populares da cidade desse um tempo na sua linha de produção. As vendas caíram absurdamente em abril e os proprietários decidiram manter apenas as demandas específicas.

Assim sendo, a fábrica ficará fechada. Se houver um pedido relevante, os funcionários necessários serão chamados para fazer a quantidade de biscoitos liberadas. Todos os funcionários estão de férias.

Com praias e escolas fechadas, o biscoito Globo perdeu suas principais praças se vendas. Ainda não há previsão de abertura do comércio e das unidades escolares e, consecutivamente, não há um horizonte para a retomada da produção.

O biscoito O Globo circula no Rio desde 1953 e ganhou este nome através de uma homenagem de seu proprietário, leitor do jornal O Globo. Apesar do uso do nome, a família Marinho nunca reivindicou o uso da marca no produto.

Em 2012, o biscoito ganhou o titulo de patrimônio cultural do Rio de Janeiro.

Advertisement