Adriana Araújo entra em rota de conflito com linha “pró-Bolsonaro” na Record TV, diz colunista

Uma verdadeira saia-justa foi criada na redação da Record TV em São Paulo. A emissora vem adotando uma linha de proximidade com o governo Jair Bolsonaro e isso é refletido nas pautas do jornalismo. O Governo Federal pouco é criticado nos programas da emissora.

Esse cenário rendeu um climão interno na última terça-feira (21). Segundo informações do colunista Flávio Ricco, do UOL, Adriana Araújo deixou o Jornal da Record chorando, após o fechamento da edição. Adriana foi ausência sentida na quarta-feira (22) e ontem (23), sendo substituída por Janine Borba.

Segundo informação do colunista, Adriana se afastou dos trabalhos por um pedido seu. Celso Freitas também está afastado da redação da emissora, já que faz parte do grupo de risco traçado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). O âncora tem 66 anos.

A Record TV ainda não se manifestou sobre o caso.