Opinião: Globo leva “respiro” ao telespectador com a volta de Fátima Bernardes e Ana Maria Braga

A partir desta segunda-feira (20), a Globo contará com a volta de dois grandes trunfos de sua grade de programação. Afastadas desde a segunda quinzena de março, Fátima Bernardes e Ana Maria Braga voltam aos fins da manhã da Globo.

A decisão vem em tempo para que a Globo proponha um alívio em sua programação sobre a pandemia. Não que a emissora esteja errada em propôr informação a seu público – ao contrário, está corretíssima.

Só que o momento de alerta deixa todos nós, por vezes, com a necessidade de quebrar um pouco o clima de notícias que nos assustam.

Não que o Encontro, que volta amanhã, às 10h44, vá abrir mão das pautas de Coronavírus. A credibilidade e a habilidade de Fátima em conversar com o público passa, sim, uma sensação mais leve. A sizudez do jornalismo ganha uma quebrada.

O mesmo vale para Ana Maria Braga, afastada desde 16 de março. A apresentadora gravou de sua casa algumas receitas que entrarão no ar dentro do Encontro. Paralelamente, Ana vem se tratando de um câncer de pulmão. Nos próximos dias, um novo teste será feito para saber sobre a regressão do tumor.

É bom lembrar que, mesmo com as mudanças, Márcio Gomes segue no Combate ao Coronavírus, das 09h50 às 10h44. O programa tem tido boa aceitação de audiência e faturou uma pomposa cota no mercado publicitário.