Aos 94 anos, Rubem Fonseca morre em sua casa no Rio

Morreu no início da tarde desta quarta-feira (15) o escritor Rubem Fonseca. Ele estava em sua casa, quando passou mal no início da tarde de hoje.

Rubem chegou a ser levado para o Hospital Samaritano, em Botafogo, na zona sul do Rio. Momentos depois chegar à unidade, acabou não resistindo. A morte de foi repentina, já que o escritor cumpria sua habitual rotina em casa quando infartou.

Patrimônio da literatura brasileira, Rubem Fonseca recebeu grandes condecorações da categoria. Dentre eles, o Prêmio Camões (2003) e o Prêmio Luís de Camões (2015), ofertado pela Academia Brasileira de Letras.

Na carreira, Rubem escreveu grandes obras da literatura brasileira, como “Feliz ano novo” (1976), “A coleira do cão” (1963) e o “O Cobrador” (1979).

Ainda não foram informados detalhes do sepultamento. Por conta da pandemia do Coronavírus, não haverá velório aberto ao público.

Imagem: Divulgação