Funcionário do SBT Rio reclamou de ações tomadas pela emissora contra o Coronavírus antes de morrer

A morte de José Augusto Nascimento Silva (58) com suspeitas de ter contraído o Coronavírus ampliou uma preocupação que vem tomando conta de funcionários e familiares do SBT Rio.

José atuava como editor de imagens e cuidava do arquivo da emissora. Em março, antes de morrer, ele enviou alguns áudios a pessoas próximas e relatou sua indignação com a direção do SBT Rio. O site Notícias da TV publicou, com exclusividade, o relato do editor.

Naná, como era conhecido carinhosamente entre os colegas de redação, afirmou que o “SBT era o grande epicentro do coronavírus no Rio de Janeiro”. O profissional morreu nesta segunda-feira (13), após passar duas semanas na UTI do Hospital Badim, no Maracanã.

“Nenhum lugar no Rio de Janeiro tem mais casos suspeitos que no SBT. (…) Eu agora estou sob suspeita, inclusive com atestado de 14 dias que o doutor deu porque me calcei, sabe que não sou burro. Se tiver que processar essa turma eu vou processar. Acho de uma irresponsabilidade tremenda”, diz o áudio.

O Audiência Carioca confirma a existência do áudio, que ainda revela outros detalhes. Naná se dizia revoltado não só por ele, mas pelos colegas e estava indignado com a permanência de Isabele Benito apresentando o jornal, ainda em março. Na ocasião, a comunicadora já havia informado à direção do SBT Rio de que seu marido era suspeito de contrair Covid-19. Ainda assim, Isabele não foi afastada da televisão.

Suspeitas iniciaram em março

Segundo apurou o Notícias da TV, do UOL, em 21 de março, Isabele Benito informou a seus superiores que seu marido, Marcelo Rios, estava com febre forte. Mesmo assim, a emissora não tomou nenhuma atitude e ela seguiu com seus trabalhos.

Além da TV, Isabele também possui um programa na Rádio Tupi, onde também seguiu suas funções. Três dias antes, o Audiência Carioca procurou a chefia de reportagem da Tupi para comentar o que a emissora vinha fazendo internamente no combate ao Coronavírus:

“A resposta da presidência é que estamos aguardando o seu site ter audiência para responder. Bom dia!”, disse a chefia de reportagem. A Rádio Tupi não possui assessoria de imprensa e não respondeu sobre qual tipo de audiência se referia.

Em 26 de março, o marido de Isabele voltou a passar mal e precisou ser internado. Desta vez, o teste deu positivo para Covid-19. Isabele comunicou o fato a seus superiores do rádio e da TV e se afastou de suas atividades, mas seguiu atuando em ‘home office’.

Em 28 de março, Isabele Benito fez um teste para saber se estava com Coronavírus e o teste deu positivo. Entretanto, a comunicadora apresentou o perfil assintomático (sem sintomas da Covid-19) e continuou atuando em seus programas de casa.

Além de Isabele, o repórter Caio Álex, do SBT, também testou positivo para a Covid-19. Segundo informações da assessoria de imprensa do SBT, eles só retornarão às atividades após um novo teste e que a data para o novo procedimento deve ocorrer entre 14 e 20 dias.

Isabele explica o caso

Outros trinta e dois funcionários são tidos como suspeitos e seguem afastados. Assim, dos 75 profissionais que atuam em São Cristóvão, trinta e cinco foram tidos como suspeitos de Coronavírus.

Ao Notícias da TV, Isabele Benito confirmou que em todo o momento repassou ao SBT os quadros de saúde dela e do marido. Também ressaltou que seu último expediente em São Cristóvão foi em 26 de março.

O Audiência Carioca procurou Isabele para tentar entender por que ela retornou ao rádio e ainda não havia retomado seu posto na TV.

A jornalista revelou que fez um teste de sorologia e testou negativo para Covid-19. Assim sendo, voltou ao rádio após cumprir o período de quarentena estipulado.

Sobre a TV, Isabele informou que precisa fazer um teste chamado PCR e que deve sair esta semana. Este exame precisa ser negativado para que ela possa voltar ao SBT Rio.

Em nota enviada ao Notícias da TV, o SBT afirma: “A direção do SBT manifesta seu profundo pesar pelo falecimento de seu colaborador, uma perda lastimável para todos, e presta toda a assistência à família, desejando que tenham força para superar este momento tão difícil. O SBT reitera que adotou as adequadas medidas para prevenção do contágio e enfrentamento dessa doença, atendendo as determinações dos órgãos de saúde e autoridades sanitárias, e desconhece a origem e circunstâncias dos áudios mencionados, e pede que todos tenham respeito e consideração pelas pessoas citadas”.