Luiz Penido conta como comemorou seu aniversário de quarentena e longe do Maracanã

Quem vive do jornalismo esportivo sabe que domingo é um dia dedicado ao trabalho. Seja Páscoa, Dia dos Pais, Dia das Mães ou até mesmo aniversário, a ordem é “partiu estádio”. Completando 65 anos, Luiz Penido deveria festejar esse 5 de abril de forma habitual, narrando o título de campeão da Taça Rio, no Maracanã.

A pandemia do novo Coronavírus obrigou toda a imprensa esportiva a entrar de férias forçadas. Em conversa com o Audiência Carioca, Penido revelou como foi esse domingo longe dos microfones e, em casa, de quarentena, completando mais um ano de vida.

“Realmente, um domingo completamente diferente. Um domingo de aniversário, onde eu deveria estar com um almoço em família e me preparando para o jogo. Nada disso aconteceu. Estou recolhido, dentro do espírito da quarentena, recluso. Estamos eu e minha mulher, sozinhos, em casa, e os contatos virtuais, batendo papo, usando as ferramentas digitais e papeando com alguns amigos. Tudo com essa ferramenta alternativa. Graças a Deus que existe a internet”, disse o narrador.

TRABALHO NÃO PARA

Luiz Penido contou ainda como vem tocando seu dia a dia durante esse período de reclusão. O Canal do Penido, no Youtube, continua a todo o vapor como opção a seus fiéis ouvintes:

“Durante o dia, o recolhimento natural. Continuo fazendo postagens no meu canal no Youtube [Canal do Penido]. O meu filho, Marcelo Penido, toca o canal comigo, assim como o Rafael Penido, produzindo o material e gravações… Não estamos no mesmo local, mas dá pra fazer tudo isso [à distância]”, explicou.

O narrador contou como vem fazendo quando precisa ir à rua durante estes dias de pandemia:

“De vez enquanto, dou uma escapulida. Quando preciso sair, coloco luva e máscara. Uso uns palitos para apertar o elevador. Outro palito para apertar o botão da garagem… Abro a porta do carro com um papel toalha, depois descarto dentro de um saco plástico. O carro está higienizado e imunizado. Há 20 dias só entro eu ou minha mulher no veículo… Vou onde tenho que ir, no supermercado. No mais, trancado dentro de casa. Hoje, por exemplo, o dia todo… Vou no ‘play’, que é amplo no condomínio, e faço uma hora de malhação”.

Imagem: Instagram