Wilson Witzel decide prorrogar a quarentena por mais 15 dias e estuda outras medidas

O Governador Wilzon Witzel deverá editar o decreto de quarentena na próxima semana. A medida será válida para todo o estado do Rio de Janeiro, que contabiliza 10 mortes por conta da Covid-19. O anúncio aconteceu após uma live no Facebook na noite de sexta-feira (27).

A segunda parte do isolamento passa a contar a partir de segunda-feira (30) e deve ter validade até 13 de abril, uma segunda-feira após a Páscoa.

“Se não respeitarem a quarentena, não conseguiremos salvar sua vida. Por isso vou prorrogar o decreto por mais 15 dias a partir desta segunda-feira [30 de março]”, disse Witzel.

O governador do RJ ainda afirmou que o estado não terá condições de fazer teste em todas as pessoas e que o estado pode ter atingindo 1000 casos de Covid-19, supondo que há pessoas que não foram verificadas.

“Sei que os empresários estão com dificuldades, mas esse é o momento de cuidar da saúde. É muito importante que mantenhamos as restrições. Não há outra alternativa. Aquele que diz que não é pra ficar em casa vai ser responsabilizado. Falar para as pessoas irem à rua hoje é criminoso”, afirmou Witzel, que tem ciência que as pessoas precisam trabalhar. Entretanto, a autoridade frisou que países que demoraram a agir tiveram um maior número de doentes.

Também estão previstas distribuição de cestas básicas para pessoas em extrema pobreza, medida que também foi adotada pela Prefeitura do Rio.

No momento, outras 25 mortes ocorridas no estado do RJ estão em fase de investigação e podem ser somadas à estatística anterior.

Advertisement