Prefeitura de Niterói confirma que primeiro exame de idoso morto testou positivo para Coronavírus

O prefeito Rodrigo Neves, de Niterói, confirmou nesta quinta-feira (19) que a morte de um idoso de 69 anos ocorreu por conta do Coronavírus. O óbito aconteceu em Icaraí, na Região Oceânica, e ainda não foi contabilizado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), que aguarda a contraprova.

“Ao que tudo indica, o exame aponta para o coronavírus. Ainda será feita a contraprova, mas infelizmente é o que tudo indica. Essa pessoa contraiu o vírus de um enteado, que viajou ao exterior. O primeiro exame deu positivo. As autoridades vão esclarecer isso”, disse Neves ao Bom Dia Rio, da Globo.

A viúva do idoso também está internada, mas seu quadro é estável. O hospital que fez o atendimento informou que o paciente morto “possuía história epidemiológica para o COVID-19 (o enteado, que não foi atendido pelo Hospital Icaraí, veio de Nova Iorque, EUA, com teste positivo)… O paciente, além da idade, possuía comorbidades que o colocaram no grupo de risco”.

Diferente do Rio, em Niterói um decreto foi estabelecido para que as praias da Região Oceânica e as praças da cidade fiquem bloqueadas até 6 de abril. Quem desrespeitar a norma pode ser conduzido à delegacia.

Outro caso que está sendo verificado pela SES é de um óbito de uma mulher, cuja idade não foi revelada, em Miguel Pereira.

O Brasil registrou, até aqui, cinco casos de mortes por conta do novo Coronavírus. No Rio, o primeiro caso aconteceu na terça-feira (17), uma idosa de 63 anos que morava em Miguel Pereira.