Drauzio Varella volta a falar e pede desculpas à família, vítima de Suzy

O Dr. Drauzio Varella voltou a falar sobre o caso Suzy, através das suas redes sociais. Dessa vez, o médico fez um vídeo de dois minutos e fez uma análise sobre a reportagem exibida com Suzy, no domingo (1), ao Fantástico.

Drauzio afirma, novamente, que não tinha ciência do crime cometido por Suzy. No domingo (8), uma nota assinada pelo doutor dizia que este não era o objetivo da reportagem: “Sou médico, não sou juiz”, dizia um dos trechos.

Suzy teria violentado e assassinado uma criança de 9 anos, em 2009. Drauzio citou que este tipo de crime choca a toda sociedade. Em cinquenta anos de trabalho, Drauzio cita que o olhar médico orienta o seu olhar em todas as situações.

“Posso imaginar a dor e peço desculpas à família do menino, que foi involuntariamente envolvido no caso”, disse. O compromisso do Fantástico, segundo Varella, era levantar a estatística de presas abandonas em cadeias no Brasil e que o telespectador pode ter sido, equivocadamente, levado a entender que Suzy foi presa por roubo e furto, crimes citados na reportagem.

Drauzio Varella ficou tocado com os sete anos em que Suzy não recebia visita de parentes e amigos na cadeia e deu um abraço na presa. O médico encerra dizendo que as figuras que estão usando isso politicamente devem ficar tranquilos, já que ele não almeja um cargo político.

Confira o vídeo na íntegra.

Advertisement