Imperatriz Leopoldinense conquista o Estandarte de Ouro, o maior prêmio da imprensa carioca no Carnaval

A Imperatriz Leopoldinense está disposta a dar a volta por cima no Carnaval 2020 e retornar ao Grupo Especial no ano que vem. Sem conseguir reverter a virada de mesa, a escola teve mesmo que disputar a Série A e fez com a sua grandeza de escola grande que é. Tanto que conquistou o Estandarte de Ouro, tradicional prêmio do jornal O Globo. A conquista não vinha desde 2017, na elite.

O enredo “O teu cabelo não nega (Só dá Lalá)”, de 1981, foi reeditado e organizado pelo carnavalesco Leandro Vieira valeu à agremiação o título de melhor escola do grupo de acesso, segundo o jornal O Globo. A escola contou a vida de Lamartine Babo, histórico compositor carioca.

A Verde e Branco de Ramos trouxe à avenida o luxo e a grandeza que há muito tempo não era vista em seus desfiles na elite da Sapucaí, com uma estrutura impecável. Lamartine compôs os hinos dos principais clubes do Rio e isso foi retratado em alas, com bandeiras e escudos dos times.

Iza estreou na avenida como rainha de bateria em um show de carisma e beleza. A cantora nasceu em Olaria, ao lado do bairro onde fica a quadra da Imperatriz.

Na manhã de terça-feira (25), o jornal O Globo anunciará a campeã do Grupo Especial. O prêmio é o de maior notabilidade da imprensa carioca e é ofertado há 47 anos pelo veículo.

Imagem: Reprodução TV