Funcionários do SBT Rio não estão animados com a mudança de São Cristóvão para o Centro

A beleza e a estrutura do Centro do Rio não estão servindo de ânimo para os funcionários do SBT, que terão que se mudar nos próximos meses.

Embora a emissora ainda não tenha uma data definida para deixar São Cristóvão, muitos colaboradores estão chateados que terão que encarar mais 9km de trânsito pesado para chegar à nova sede da emissora, na rua Marechal Câmara, no Centro do Rio.

A maioria dos colaboradores reside “depois do túnel”, como gosta de se referir Silvio Santos. Ou seja, como muitos têm moradia nas zonas norte, oeste e Baixada Fluminense, terão que sair mais cedo de casa.

Quem pode usar o metro, a estação mais próxima fica a 1,3 km. Já quem usa o trem, a distância é ainda maior: 3 km.

Internamente, a conversa é essa. Mas, em tempos de crise, o assunto não passa do rádio corredor. Vale lembrar que a emissora economizará um aluguel de R$ 80 mil mensais, já que o novo local pertence ao Grupo Silvio Santos.

Outro caso em aberto é a situação de Isabele Benito no rádio. Como a Super Rádio Tupi é vizinha do SBT Rio, a comunicadora consegue, hoje, estar até às 11h na rádio e, às 11h45, na televisão.

Como a mudança ainda não tem data certa, por ora, vida que segue nos dois veículos para uma das jornalistas mais importantes da cidade.