Luto na imprensa esportiva. Morre Sérgio Noronha

Morreu nesta sexta-feira (24), o jornalista Sérgio Noronha, de 87 anos. Grande nome da imprensa carioca, Noronha tinha Mal de Alzheimer e estava internado há dez dias no Hospital Rio Laranjeiras. O jornalista não tinha família e vivia no Retiro dos Artistas desde 2018.

A notícia da morte foi confirmada pelo abrigo e por Arnaldo Cezar Coelho, amigo que o ajudava nos últimos tempos. Os dois trabalharam juntos na Globo entre 1998 e 2008, quando Noronha comentava jogos dos times no Rio. Na emissora, ainda participou das Copas de 2002 e 2006, esta última comentando na Alemanha, ao lado de Luís Roberto, narrador com quem mais trabalhou na Globo.

As primeiras informações dão conta que Noronha sofreu uma parada cardíaca. A entrada na unidade ocorreu por conta de uma pneumonia e o jornalista chegou a ficar uma semana no CTI. Nesta quinta-feira (23), Noronha foi para um quarto particular, antes de falecer.

Na TV, Noronha ainda teve uma rápida passagem na Band, em 2009, onde atuou comentando jogos do Carioca, Brasileiro e Copa do Brasil. Antes da Globo, foi comentarista do SporTV e do Premiere, onde voltou em 2010 e ficou por um ano. No início da carreira, atuou na TV Tupi e na TVE.

Noronha foi comentarista da Rádio Globo e escreveu para grandes jornais, como O Globo e Jornal do Brasil.

Os amigos da imprensa chamavam Noronha carinhosamente de “Seu Nono”. Ainda não foram informados os horários do velório e do sepultamento de Sérgio Noronha.