Globo compra direitos de livro sobre caso Bruno e Eliza Samúdio e deixa em aberto possibilidade de série

A TV Globo confirmou que adquiriu os direitos sobre o livro Indefensável, da editora Record, que conta a história do assassinato de Eliza Samúdio. O assunto chocou o país em 2010, quando a polícia comprovou a participação de Bruno, então goleiro do Flamengo, e que tinha um filho com a moça, de 25 anos na época.

A emissora vem adquirindo os direitos sobre outras obras que falem sobre crimes, já que pensa, futuramente, fazer algum trabalho envolvendo sua dramaturgia.

Segundo informações da colunista Fábia Oliveira, de O Dia, Vanessa Giácomo é um dos nomes cogitados para interpretar Eliza e foi a atriz que teve a ideia de transformar o livro em série. A diretora Amora Mautner teria sido contactada para comandar a produção.

Oficialmente, a Globo ainda nem iniciou as movimentações para compor o elenco deste trabalho. Parte do público vem repercutindo a possibilidade e há uma corrente de que não se deve dar cartaz para uma história como essa.

A autora Glória Perez foi uma das personalidades que saíram publicamente contra essa possibilidade. A autora parece ter sido surpreendida com a decisão. Vale lembrar que, até pouco tempo, era Glória quem cuidava das séries produzidas na Globo. Em 1992, sua filha, Daniela Perez, foi brutalmente assassinada por Guilherme de Pádua, seu colega de elenco, e por Paula Thomaz, então esposa do ator.

Recentemente, Bruno chegou a ter seu nome envolvido em uma negociação com o Fluminense de Feira de Santana, na Bahia. Novamente, o goleiro não viu a contratação se concretizar por conta da má repercussão sobre o caso.

Bruno foi condenado a 20 anos e nove meses de cadeia e já cumpriu metade da pena. Atualmente, está no regime semiaberto, onde está autorizado o direito de trabalhar.

Imagem: Reprodução TV

Advertisement