Bomba! Funcionários da Globo no Rio articulam se unir a colegas de SP em manifestação contra a emissora

O clima interno na TV Globo em um fim de ano nunca foi tão tenso como agora. Após uma onda de demissões em novembro – estima-se que, ao menos, cem funcionários foram desligados – a mudança nos planos de saúde envolvendo os funcionários tem deixado muita gente indignada.

Conforme o Audiência Carioca informou em primeira mão na última sexta-feira (20), os profissionais considerados “nível técnico” terão um aumento de 100% no valor que pagavam de co-participação. Até 2019, todos pagavam 15% por consultas e exames. Em 2020, passarão a pagar 30%.

Além disso, ainda para o grupo de nível médio, os quartos para internação deixarão de ser do tipo particular e passarão a ser coletivos.

O que tem deixado muita gente irritada é que a medida atinge ao grupo de funcionários do menor escalão da emissora. Em resumo: os que ganham salários menores. Mexe no bolso e na qualidade do leito de internação de quem tem menos renda. Na visão interna, quem tem alto salário não sente tanto pagar uma co-participação maior.

Em São Paulo, conforme informou o blog de Ricardo Feltrin nesta segunda-feira (10), no UOL, já existe, através das redes sociais, uma movimentação de manifestação e paralisação marcada, a princípio, para 10 de janeiro, uma sexta-feira.

No Rio, a turma dos Estúdios Globo e do Jardim Botânico articulam apoiar a decisão dos colegas paulistanos. Uma fonte do Audiência Carioca revelou que existe uma ideia de acompanhar a paralisação na filial.

A decisão pode impactar algumas produções da emissora feitas ao vivo e em rede, na rotina de uma sexta-feira: casos de Mais Você e Encontro com Fátima Bernardes, feitas no antigo Projac. O ato também pode acarretar problemas nas edições do jornalismo em rede feito do Rio, casos por exemplo do Bom Dia Brasil e do Jornal Nacional.

Na última sexta-feira (20), o Audiência Carioca procurou a TV Globo para comentar sobre o aumento nos planos de saúde. Em nota, a emissora disse que está “em linha com as melhores práticas do mercado” e “fez alguns ajustes no seu plano de saúde para continuar oferecendo umas das mais abrangentes coberturas”.

Em agosto deste ano, a Globo inaugurou o MG4 [foto,capa], um dos maiores e mais modernos estúdios de televisão no mundo. O investimento da obra é estimado na casa de R$ 200 milhões.

Imagem: Reprodução TV