Patrícia Abravanel explica posição do SBT por não entrar na cobertura do velório e do sepultamento de Gugu

Muita gente nas redes sociais achou esquisito o SBT não entrar na cobertura do velório e enterro de Gugu Liberato. Alguns comentários detonaram a atitude discreta tomada por Silvio Santos e revelada aqui, pelo Audiência Carioca. Gugu esteve por 28 anos na emissora e, no entendimento do público, merecia uma cobertura especial em homenagem.

A colunista Patrícia Kogut, do Jornal O Globo, emitiu uma nota zero em sua coluna no jornal O Globo: “Nota 0 para o SBT por praticamente ignorar o noticiário do velório e enterro de Gugu Liberato. Eles trataram do assunto en passant ao longo da programação. Quanta deselegância, que absurdo”, publicou.

Patrícia Abravanel usou a postagem da jornalista do Grupo Globo para tentar explicar e justificar a postura do pai e da emissora. A filha de Silvio Santos citou outras homenagens feitas pelo SBT desde o dia 22 de novembro, data do falecimento de Gugu.

“O Domingo Legal foi todo em homenagem ao Gugu. Nosso jornalismo, nossos breaks, compramos página no jornal para homenagear. Uma pena estarem nos avaliando dessa forma. Gugu sempre foi muito amado por todos nós da família. Ele fez parte da nossa história e enquanto esteve conosco era o braço direito do meu pai. Fizemos de tudo para ele ficar, mas a oferta da outra emissora era praticamente impossível de recusar e sempre entendemos isso. Nossa postura foi homenagear na medida certa, não visando ganhar audiência em cima de uma tragédia. Não mostrar o velório foi uma determinação do meu pai, que achava que seria uma proteção para família do Gugu. Com 89 anos essa foi a forma dele de honrar a família com muito respeito”, respondeu.