Homem é encontrado morto horas depois de ser chamado de corno por Marcão do Povo no Primeiro Impacto

O soldador Aílton Soares foi encontrado morto horas depois de uma matéria sobre o fim de seu relacionamento ir ao ar no Primeiro Impacto. A reportagem aconteceu na última terça-feira (12), quando Marcão do Povo debatia com o repórter Felipe Macedo sobre o caso com a seguinte mensagem escrita na tela da TV: “Dor de Corno? Homem é traído e se pendura na rede elétrica”.

O SBT mostrou o homem pendurado nos fios de alta tensão na cidade de Londrina (PR) e Marcão fazia comentários debochados. “Desça daí seu corno, desça daí… Desça daí chifrudo o que é que há? Você ganhou foi gaia não foi asas pra voar…” , ironizava o apresentador.

Mais adiante Marcão insistiu: “Você ganhou um par de chifres, não foi asas para voar. Você não é o único corno do Brasil, fique tranquilo… Chifre é que nem consórcio: a qualquer momento você é contemplado”, ironizou.

Ailton saiu de cima do poste, entretanto, após a exibição do programa no SBT, ele foi encontrado morto, horas depois, em sua casa. Um laudo pericial aponta que jogue suicídio. Ailton sofria de depressão e deixa filho de e três anos e esposa. A família está indignada com o caso.

O SBT não vai comentar o caso. O advogado de Marcão do Povo, Rannieri Cavalcanti Lopes, disse que “não houve qualquer incitação ao suicídio na matéria”.

Em 2017, Marcão do Povo se envolveu em uma polêmica ao chamar a cantora Ludmilla de ‘pobre macaca’. Na ocasião, a Record TV decidiu demitir o apresentador, que atuava em Brasília.