Samuel Rosa vai deixar o Skank

Uma das bandas mais consolidadas da música popular brasileira vai perder seu grande nome. O ano de 2020 será o último de Samuel Rosa à frente do Skank. A informação foi dada em primeira mão pela colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

Samuel, de 53 anos, está na banda desde sua fundação, em 1991. Na visão do vocalista, seu trabalho no grupo chegou a um momento de comodismo na carreira e, portanto, chegou a hora de dar voos mais altos. Trata-se de uma parada sem volta. A decisão aconteceu por vontade do próprio Samuel.

“Tomada de rumos inesperados não é algo esquisito à banda. Basta lembrar que explodiram nos 90 com uma mistura de dancehall, rock e música brasileira e na virada do milênio deram uma guinada para sonoridade mais retrô, influências de Beatles, Clube da Esquina e mantiveram a estatura como banda com ‘Maquinarama’ e ‘Cosmotron'”

Samuel Rosa

“É hora de experimentarmos, ainda que demos com os burros n’água. Quero me testar fora do Skank, me ver em um círculo de músicos fora do que sempre transitamos. Há muito ainda a descobrir”, revelou Samuel.

COLEGAS FALAM DA SAÍDA DE SAMUEL

Os demais integrantes também comentaram a decisão pessoal de Samuel Rosa pela saída:

“Nosso grande compromisso é com o público e no cuidado com a carreira. Não acreditamos que é preciso estar em baixa para dar uma parada, não precisa ser trágico nem problemático”, disse o baixista Lelo Zaneti.

“Quando parávamos era por seis meses. E ficávamos esses meses em estúdio para gravar um disco. Quando falei para pessoas próximas, a reação foi: ‘Até que enfim você vai descansar’. E quem disse que eu quero descansar?”, revelou o baterista Haroldo Ferretti.

A nota oficial emitida pelo grupo ainda fala sobre a capacidade de seus integrantes em desenvolver novos trabalhos, agora, separadamente: “Mesmo que o Skank tenha tido mudanças dentro de sua estética até agora, certas coisas são impossíveis de mudar quando se trata de uma relação dos mesmos quatro indivíduos. Quem sabe se hoje individualmente não sejamos melhores do que coletivamente?”, relatam.

A última turnê acontece durante todo o ano de 2020 com o nome de ’30 Anos’.