Izabella Camargo volta a tirar nova licença médica da Globo

Após ser reintegrada ao Grupo Globo no início de outubro, Izabella Camargo precisou recorrer à nova licença médica. Dessa vez, o afastamento ocorreu após um pedido médico alegando “questões emocionais”. As informações foram veiculadas em primeira mão pelo portal Notícias da TV.

Izabella foi demitida em janeiro, após retornar de uma licença médica por conta de uma Síndrome de Burnout. A doença acontece por esgotamento profissional. Sentindo-se injutiçada pela demissão, ela procurou seus direitos na justiça do trabalho, que ordenou que a TV Globo a readmitisse de forma imediata, em 4 de julho de 2019.

O reinicio das atividades na Globo só ocorreu exatos três meses depois. Em vez da TV, Izabella foi escalada para ser redatora do clima no G1 e dava expediente no horário que ela mesmo escolheu, das 8h às 16h.

Fontes do Notícias da TV informam que a Globo teria conseguido uma nova vitória na justiça e poderia voltar a demitir a jornalista no fim de outubro. Só que com novo afastamento médico, isso não será possível.

Izabella Camargo não quer falar sobre o assunto, por ora. Vale lembrar que logo após a demissão no início do ano, ela conseguiu um cargo comissionado no Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, após a posse do Presidente Jair Bolsonaro. Entretanto, trabalhou na função apenas por 3 meses.