Sindicato e funcionários da RedeTV! estudam paralisação

A notícia de que a RedeTV! decidiu cortar as horas extras mexeu com a maior parte de seus funcionários.

Como a rotina de jornada extraordinária era certa até então, muita gente já contava com o acréscimo de salário. Os responsáveis pelos departamentos já comunicaram às equipes para não contarem com o dinheiro.

O desespero tomou conta da emissora e o clima ficou péssimo na manhã desta segunda-feira (21). Muita gente não sabe como vai honrar os compromissos e as dívidas daqui para frente.

O Sindicato dos Radialistas de São Paulo, que cuida dos interesses de produtores que atuam na TV, esteve na sede da emissora e conversou com alguns funcionários. Muitos deles foram liberados para tratar de seus interesses com a categoria.

Na conversa, cogitou-se a possibilidade de uma paralisação na próxima sexta-feira (25). O maior entrave é que, em via de regra, a emissora pode cortar as horas extras, já que não existe obrigatoriedade na lei trabalhista quanto ao assunto.

A RedeTV! informou que tomou a medida de cortar a jornada extraordinária para se readequar ao mercado.