Guia: Confira tudo o que você precisa saber para chegar e sair do Rock in Rio 2019

O Audiência Carioca separou dicas preciosas para quem vai assistir os shows da 8ª edição do Rock in Rio, entre 27 de setembro e 6 de outubro. Para o primeiro fim de semana do festival a previsão é de chuvas espaçadas por toda a cidade, podendo atingir a Barra da Tijuca.

A seguir confira o que levar, que roupas usar, o que é permitido, o que é proibido. como chegar e como deixar o Parque Olímpico da Barra, local onde estará a Cidade do Rock.

Dá só uma olhadinha que está chegando o grande momento!

O QUE LEVAR

Estão liberados na entrada casacos, cangas, capas de chuvas, filtro solar, repelente e óculos de sol. O uso do guarda-chuva está proibido.

O QUE USAR

Recomenda-se o uso de roupas leves, frescas e calçados confortáveis. É preciso estar atento à previsão do tempo. O primeiro fim de semana deve ser de tempo fechado e chuvas isoladas, podendo atingir a Cidade do Rock.

ATENÇÃO

Evite levar muitos objetos de valor, afinal de contas o evento reunirá um grande número de pessoas. Procure separar o essencial: celular, dinheiro suficiente para fazer um lanche, opte por portar apenas um cartão de crédito / débito e o cartão Riocard / Giro.

Uma dica é manter mochilas, bolsas, pochetes e porta-dólar sempre virados para a frente do dono dos objetos. Evite de colocar seus objetos em um campo de visão não percebido rapidamente.

ALGUMAS COMIDINHAS PERMITIDAS

A organização do Rock in Rio libera a entrada de alguns tipos de comidas. São eles: alimentos lacrados, como biscoitos e barras de cereais.

Alimentos naturais também são permitidos: sanduíches e fruta cortadas em embalagem transparente e flexível (não rígida) e água mineral em garrafa de plástico sem tampa (que pode ser retirada na revista) estão liberados.

PROIBIDO

Não será permitido entrar na Cidade do Rock com latas, garrafas (com exceção da água em plástico sem tampa), bancos, cadeiras, capacetes, pau de selfie, isopor, objetos de vidro, objetos de plástico, bicicletas, skates e patinetes.

Metrô é uma das opções de chegada ao Rock in Rio

COMO CHEGAR

Metrô + BRT

O Metrô Rio deixará a estação Jardim Oceânico, na Barra da Tijuca, aberta 24 horas por dia durante os sete dias de shows.

O público deverá fazer uma conexão com o BRT para chegar à Cidade do Rock. O desembarque deverá ser no Terminal Centro Olímpico.

Na volta, o caminho inverso deverá ser feito: BRT + Metrô. As demais estações estarão abertas durante toda a madrugada, apenas para o desembarque.

A concessionária informa que disponibilizará trens extras na Linha 1-4, que liga a Tijuca à Barra da Tijuca.

Quem precisar deixar a Linha 1-4 (Uruguai-Jardim Oceânico) para a Linha 2 (Pavuna-Botafogo), deverá fazer a baldeação em qualquer estação entre Botafogo e Central do Brasil.

O bilhete do metrô custa R$ 4,60 e o BRT, R$ 4,05 (ida) e R$ 11,75 (volta). A fim de evitar filas, a indicação é a compra antecipada das passagens através dos cartões Riocard (aceito em todos os transportes da cidade, o mais recomendado) e Giro (apenas aceito no Metrô Rio). No BRT, é necessário portar o Riocard com o valor mínimo de ida e volta (R$ 15,80, ao menos).

BRT é uma das opções de chegada ao Rock in Rio

BRT

O sistema BRT também funcionará 24 horas durante o festival. Serão três corredores: Transoeste, Transcarioca e Transolímpica.

No terminal Alvorada e no Jardim Oceânico haverá linhas diretas, sem paradas, até o Terminal Centro Olímpico, o local mais próximo da Cidade do Rock. O restante do trajeto deverá ser feito a pé.

Na volta, haverá um terminal extra da Estação Morro do Outeiro até o Terminal Paulo da Portela, em Madureira.

O BRT indica que o desembarque seja realizado no Terminal Centro Olímpico, para a validação do cartão Riocard Mais em troca da pulseira que garante o retorno mais rápido no BRT.

Em dias de shows, a estação Rio 2 ficará fechada da meia-noite às 5h. Já a estação Parque Olímpico estará aberta das 5h às 11h.

O custo da passagem no BRT é de R$ 4,05 (ida) e R$ 11,75 (volta).

Executivo

Um ônibus executivo, com direito a ar-condicionado e cadeiras confortáveis marcadas previamente, levará o público até à Cidade do Rock.

O embarque e desembarque acontece nos seguintes pontos: Botafogo Praia Shopping, Shopping Nova América, Aeroporto Santos Dumont, Aeroporto Tom Jobim, Niterói, Petrópolis, Ipanema, Copacabana, Tijuca, Rio Design Barra, Shopping Downtown, Praia da Barra da Tijuca, Méier, Rodoviária Novo Rio, Recreio dos Bandeirantes, Lagoa Rodrigo de Freitas e Centro.

A compra pode ser realizada através do site E-voucher. Os bilhetes de ida e volta custam R$ 100.

Carros

Vale lembrar que os carros estão impedidos de se aproximar da Cidade do Rock e deverão obedecer às restrições do trânsito da Prefeitura. O mesmo vale para transportes de aplicativos com carros de passeio.

A Uber é uma das parceiras do Rock in Rio e terá um espaço especial para embarque e desembarque. Para os que desejam pegar o serviço deverão marcar no GPS: “Parque Olímpico” ou “Parque dos Atletas”.

Na volta, os usuários deverão obedecer às normas de sinalização expostas na caminhada ao ponto do Uber. O aplicativo informará um código de seis dígitos que deverá ser mostrado ao motorista no momento do embarque. A medida é preventiva a fim de organizar o fluxo de pessoas no retorno para casa.

Moto

Motos particulares estão impedidas de se aproximar da Cidade do Rock e deverão obedecer às restrições do trânsito da Prefeitura.

O aplicativo Picap vai oferecer serviços de mototáxi durante os dias de festival.

NA CIDADE DO ROCK

  • Procure marcar um ponto de encontro com amigos, especialmente se você vai em um grande grupo;
  • Marque um ponto de desencontro também, afinal, em um evento como esse, se perder é uma possibilidade grande;
  • Tenha calma, evite correr e mantenha o espaço de fluxo de pessoas sempre livre;
  • Procure chegar antes dos shows. No Rock in Rio há diversas atrações a serem apreciadas ao longo do dia.