Final feliz! Gato Rubinho vai poder circular em galeria de Copacabana

Enfim, o gato Rubinho terá seu direito de ir e vir garantido. O bichano estava impossibilitado de transitar pelo condomínio da Galeria Cidade, em Copacabana, sob risco de ser multado. Trancado na loja do comerciante Pedro Duarte, seu dono, Rubinho ficou triste e depressivo.

Indignado, Seu Pedro foi até à justiça para garantir o direito de Rubinho passear pelo centro comercial. Antes disso, o comerciante juntou um abaixo-assinado de outras pessoas que trabalham no local e eram a favor do bichinho.

A confusão começou em abril de 2018. Em julho do mesmo ano, a juíza Marcia Correia Holanda, da 47a Vara Cível do Rio, concedeu uma tutela para garantir a liberdade de Rubinho. Ainda assim, o caso não estava totalmente definido.

Nesta quinta-feira (19), a magistrada confirmou o direito de circulação do gato. O condomínio não poderá impedir e multar Seu Pedro. Na ação não ficou provado nenhum dano do animal ao local, segundo entendimento de Holanda.