Muito mais que espaço na TV! Briga de mercado foi a gota d’água para a saída de Dony de Nuccio da Globo

O motivo da saída de Dony de Nuccio da Globo é muito maior que uma simples ação publicitária feita por fora, sem autorização do departamento de jornalismo.

Segundo informações obtidas pelo Audiência Carioca, o que incomodou a direção da emissora foi uma disputa de mercado com a Prime Talk Produções e Assessoria, produtora de Dony, sobre os serviços de comunicação desempenhados pelo grupo Globo, leia-se Infoglobo.

A empresa de Dony e Samy Dana estava atuando diretamente com o Bradesco, um potencial cliente da emissora, em demasiadas plataformas.

O Grupo Globo apresenta, rotineiramente, projetos ao Bradesco para que o banco faça com sua editora serviços de comunicação interna, como materiais impressos e apostilas. Esse oferecimento estaria sendo feito por consultores que tentavam ofertar esse material.

Em resumo: internamente, Dony estava sendo visto como um potencial concorrente. Especialmente, quando se tomou conhecimento que já havia contratos com previsão de faturamento de R$ 60 milhões, em cinco anos. Valor esse, que poderia estar sendo investido em empresas do grupo Globo.

Ou seja, muito mais que quebra de código de ética, o que incomodou foi a disputa por um mercado que possui tamanha importância para os negócios da Globo.

Dony entrou, ainda que sem querer, em uma verdadeira briga de cachorro grande. Sem clima, não teve outra opção em pedir para sair, antes que fosse demitido.