Opinião: Lucas Gutierrez é um espetáculo à parte no ‘Esporte Espetacular’

Rotineiramente, a TV precisa se reinventar. Há alguns anos, a Globo tem dado um tom mais de entretenimento que de jornalismo ao seu departamento de esportes. O blog lamenta, mas nem por isso deixa de enxergar gratas surpresas e grandes trabalhos. Lucas Gutierrez é um deles.

Seus sucessores à frente do Esporte Espetacular deram conta do recado, mas não trouxeram absolutamente nada de novo à atração nos últimos anos. Faziam o arroz com feijão dos domingos, liam TP’s, recebiam do ‘Auto Esporte’ e entregavam para a programação da tarde da Globo. E só.

Lucas trouxe uma visão jovem ao programa, com falas diretas e com espontâniddade. Nada daquele sorriso forçado que estamos acostumados a ver na TV. Faz o seu trabalho como se estivesse na sala conversando com os amigos. Mais ou menos o que ele já fez no ‘Madruga SporTV’. Quem assistia os primórdios do ‘É Gol’ também conhece bem.

Aliás, a dupla formada com Fernanda Gentil, por muito pouco, não foi repetida de forma fixa no EE. Os dois têm a mesma pegada: carisma, humor afiado e irreverência de sobra. Com a loira indo para o entretenimento, uma pena não ter este reencontro amplo em TV aberta.

Um diferencial de Lucas é sua atuação no quadro ‘Fala Muito’. A esquete surgiu no SporTV, durante a Copa de 2018. O ponto alto do quadro é misturar assuntos do esporte com o que move as redes sociais:, sem perde a pegada do que está acontecendo. E o jeito sarcástico de Lucas é um convite para a criatividade, que anda um pouco perdido na TV como um todo.