Tino Marcos pede afastamento não remunerado da TV Globo

A movimentação de entrada e saída de repórteres da TV Globo nunca foi tão intensa. Tino Marcos pediu afastamento não remunerado da emissora por seis meses. As informações são do UOL.

Segundo a nota do site, o clima nos bastidores do jornalismo da Globo não é bom. A demissão de Mauro Naves e a redução de salários estariam conturbando o ambiente.

Em 2015, Tino Marcos tirou um ano sabático na Globo para descansar e viajar. A liberação foi vista como um justo reconhecimento pelos bons trabalhos à frente da emissora. O anúncio foi feito no ar por Galvão Bueno. O mesmo não ocorrerá dessa vez.

Internamente, a Globo planeja reduzir os salários de profissionais de jornalismo e liberá-los para fazer publicidade. No esporte, isso já vem acontecendo.

Tino tem previsão de retorno para 2020, quando começam as eliminatória sul-americanas. Até lá, Eric Faria atuará como principal repórter da seleção brasileira na Globo. Existem amistosos marcados contra a Colômbia (6/set) e Peru (10/set).

Além de Tino, outro que pediu licença foi Marcos Uchôa. Márcio Canuto decidiu se aposentar e o casal Mari Palma e Phelipe Siani pediram demissão.

Advertisement