Noivo de Alinne Araújo teria feito queixa contra blogueira horas antes do casamento, diz amiga

Novas informações sobre o conturbado fim do casamento da blogueira Alinne Araújo e o empresário
Orlando Costa Junior podem representar uma reviravolta sobre o caso.

Segundo informações exclusivas do jornalista Alessandro Lo-Bianco, do A Tarde É Sua, Alinne decidiu comparecer à cerimônia, pois acreditava que Orlando poderia mudar de ideia e comparecer ao casamento. Entretanto, isso não aconteceu e Alinne decidiu manter a festa.

Dayane, que se apresenta como amiga e madrinha da união, enviou um áudio ao programa explicando os últimos momentos de Alinne. A testemunha detalha fatos que teriam ocorrido antes e depois da festa de casamento. A recepção estava marcada para o bairro de Campo Grande, na zona oeste do Rio.

Segundo Dayane, horas antes da festa, Alinne teria sido intimada pela polícia para esclarecer uma acusação. Ao chegar na delegacia, a noiva teria tomado ciência que Orlando havia feito um registro justificando a desistência do casamento.

Dentre os argumentos ditos por Dayane, o noivo teria dito ao delegado que estaria temendo uma possível tentativa de homicídio orquestrada por Alinne. Além disso, a testemunha conta que o empresário acreditava que Alinne poderia obrigá-lo a assinar um papel que a beneficiasse em bens. A família do rapaz não aprovava a união.

Paola Costa, irmã de Orlando, afirmou ao ‘A Tarde É Sua’ que houve sim movimentações na delegacia. Entretanto, que tudo teria partido da família de Alinne. Eles teriam ido registrar o desaparecimento do noivo momentos antes do casamento. Paola nega que a versão dada por Dayane.

Apesar das acusações, a polícia ainda não confirmou a versão apresentada por Dayane e Paola. Através das redes sociais, Orlando lamentou a morte de Alinne.

A blogueira morreu nesta segunda-feira, 15, após cair de nove andares de um apartamento de sua família no Recreio dos Bandeirantes.

Advertisement