Atualização: Camelô da nota dos R$100 que foi na Fátima Bernardes copiou história, diz página

A página ‘Bangu ao vivo’, no Facebook, fez uma grave denúncia nesta terça-feira, 16. Segundo uma publicação divulgada mais cedo, o camelô Phellipe Guimarães teria copiado uma história similar ocorrida há um mês atrás, também publicada pelo perfil.

CORREÇÃO: A história pertenceria a Marcio Barros, que procurava uma cliente para devolver uma nota de R$ 100. Jefferson Bacci, citado anteriormente, também tem uma história similar a Phellipe.

Phellipe viralizou na internet ao dizer que havia recebido uma nota de R$ 100 no lugar de R$ 2. Citando características da possível cliente, ele fez uma postagem tentando procurá-la pela internet.

Muita gente ficou comovida com a atitude generosa do camelô. O caso ganhou tanta repercussão que Phellipe chegou a participar do ‘Encontro com Fátima Bernardes’, dos jornais ‘RJ TV’ e ainda descolou uma matéria no ‘Jornal O Globo’.

Com a semelhança nos casos e a tal cliente tatuada – sim, ele disse que a cliente tinha uma tatuagem na mão e era idosa – a página do Facebook e usuários estão acusando Phellipe de ter se apropriado da história de Márcio Barros.

Veja a semelhança nas histórias de Phellipe, Jefferson e Márcio, o primeiro dono da história, postada em 12 de junho, e tire suas conclusões.

Matéria no Jornal O Globo de Phellipe procurando a cliente, que nunca apareceu
Advertisement