O Dia: Impasse no rebaixamento da Imperatriz empaca contrato da Globo com a Liesa

Continua em aberto o contrato de renovação entre Globo e Liga Independente das Escolas de Samba do RJ (Liesa).

Segundo informações da colunista Fábia Oliveira, de O Dia, a emissora aguarda o desfecho da polêmica envolvendo o rebaixamento da Imperatriz Leopoldinense. O último vínculo expirou no desfile de 2019.

Internamente, o clima não é unânime entre os executivos que tratam da transmissão na Globo. As constantes polêmicas nos últimos anos tem pesado no conceito público e na imagem do produto.

QUEDA NO INVESTIMENTO DA TV

A jornalista lembra que a Globo vem reduzindo ano a ano o número de profissionais na avenida. Em paralelo, também alterou drasticamente as vinhetas com os sambas-enredo das escolas carioca. O glamour de rainhas de bateria e fantasias deram lugar a uma simples e vazia produção gráfica estilo videokê.

O impasse deixa em aberto o destino do Carnaval Carioca em 2020. Além do calendário para a próxima temporada não ter sido definido, a Globo, sem contrato, não quitará o adiantamento do valor que cada escola tem direito a receber.

A Prefeitura do Rio, por sua vez, não cansa de dar o recado que não tem interesse em repassar dinheiro às escolas. Isso tudo mesmo se valendo do retorno de impostos que a grande festa proporciona para a cidade.

A Liesa realizará uma plenária nesta quarta-feira, 10 de julho, em sua sede. Tudo indica que desta vez saberemos o destino da Verde e Branco de Ramos. No entanto, a escola promete ir à justiça para manter a decisão inicial de ficar no Grupo Especial, definido em reunião no início de junho.