Doria sobre autódromo no Rio: “Visitem Deodoro. Não tem estrada para chegar lá, só a cavalo”

João Doria, governador de SP, parece realmente estar desesperado sobre a possibilidade de perder o GP de F1 do Brasil. Após ouvir do Presidente Jair Bolsonaro que em 2021 a chance do Rio em sediar a prova automobilística é de 99,5%, Dória mirou seu arsenal contra o Rio.

“Lamento frustrar o presidente Bolsonaro, mas a decisão não está tomada, ela ainda será tomada, como disse o Carey. Não é uma decisão política, emocional ou institucional, e sim de negócios. E com base nisso a F1 decidirá, levando em conta os nossos argumentos, os do presidente Bolsonaro e dos representantes do Rio”

João Doria

Doria ainda mirou seu arsenal contra o bairro de Deodoro, na zona oeste do Rio: “Vão lá visitar Deodoro e ver se há condições de você, nesse prazo, fazer qualquer coisa ali. Recomendo que vocês vejam com seus próprios olhos, sobrevoem a área [de Deodoro], com drone ou de helicóptero, porque vocês não vão conseguir chegar, não tem estrada para chegar lá. Só a cavalo”.

No entanto, Doria aparenta não conhecer mesmo a dinâmica de transporte no Rio de Janeiro. Além da região ter um fácil acesso pela avenida Brasil, o bairro possui um dos principais acessos à Transolímpica, a mais nova via de trânsito rápido na cidade. Sob ponto de vista de transportes, trens e BRT também estão a serviço no bairro.

Esportivamente, o local se mostrou apto a receber os Jogos Olímpicos do Rio 2016 e os Jogos Mundiais Militares, em 2011.

Em conclusão: para quem tem o sonho de um dia ser Presidente da República, é bom começar a respeitar a cidade e o bairro alheio.