Polícia procura pai de namorada suspeito de matar ator de ‘Chiquititas’

O namoro entre Rafael Miguel, o Paçoca de ‘Chiquititas’, e Isabela Tibcherani não tinha aprovação do pai da menina. Até então, mais uma cena conflituosa em um ambiente familiar. Entretanto, uma suposta tentativa de aproximação entre as famílias acabou em tragédia.

Na tarde deste domingo, 9, Rafael e seus pais procuraram Paulo Cupertino Matias, pai de Isabela, na casa da menina, situada no bairro da Pedreira, zona sul de São Paulo. Rafael Miguel (22 anos), João Alcisio Miguel (52) e Miriam Selma Miguel (50) foram assassinados por Paulo, que não aceitou a visita do genro e sua família.

O caso foi dado em primeira mão pelo jornalista Luiz Bacci, do ‘Cidade Alerta’, da Record TV. O âncora contou que Isabela, já com 18 anos, era obrigada a ficar trancada em casa, atendendo às ordens do pai. A menina não podia se relacionar com outras pessoas, tão pouco com Paulo, seu então namorado.

Em nota, o SBT lamentou a perda do ator: “O SBT lamenta profundamente a morte de Rafael Henrique Miguel e seus pais. O ator tinha 22 anos e foi morto na tarde deste domingo (09), após ser baleado. No SBT, Rafael interpretou o personagem Bentinho na novela Cristal (2006) e seu trabalho mais recente na emissora foi como Paçoca na novela Chiquititas, exibida em 2013. A emissora lamenta o ocorrido, e deseja que Deus conforte seus familiares e amigos. O velório acontece em São Paulo, no Cemitério do Campo Grande – Av: Nossa Senhora do Sabará 1371, às 13h30 “.

O caso está sendo investigado pelo 98º DP e as equipes procuram por Paulo Cupertino Matias. Quem tiver informações do foragido [foto abaixo], deve ligar para o Disque Denúncia paulista: 181 ou pela internet.

Paulo Cupertino Matias é procurado pela polícia

Horas após o crime, Isabela usou a internet para falar sobre a morte do namorado: “Só queríamos ser livres para amar, sem medida. Queríamos explorar o mundo e explorar a vida. Crescer, lado a lado, como um só”, postou.

“Volta para mim, meu amor. Volta para eu ver esse rostinho todas as manhãs. Volta pra me dar bom dia. Meu astronaltinha. Você sonhava em explorar o espaço, agora é parte dele. A estrela mais brilhante. Eu te amo tanto… Essa dor só aumenta. Volta, vida”.

Isabela Tibcherani