Prefeitura do Rio ataca Liesa e Globo em propaganda comercial na TV. Vídeo!

A Prefeitura do Rio resolveu fazer críticas pesadas ao Carnaval do Rio de Janeiro. No melhor estilo publicitário, as peças confeccionadas miraram em duas direções. O arsenal atingiu diretamente a Globo e a Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa).

No conteúdo, a Prefeitura informa que gasta R$ 70 milhões / ano com a maior festa popular. Todavia, diz que Liesa e a TV Globo são as que faturam e lucram com os desfiles.

No entender da publicidade, a Liga fatura com os milhares de ingressos vendidos nos dia de folia. Já a Globo, com as cotas comerciais.

“Nessa história de milhões para lá e milhões para cá, quem paga a conta do Carnaval é a prefeitura. O carnaval do Rio precisa viver do patrocínio privado. Não dos recursos da prefeitura”, diz o texto publicitário. Confira o vídeo:

O material foi registrado na internet com o nome “Prestação de Contas Carnaval”. O vídeo dura 1 minuto e tem assinatura das produtoras, a “J E J Marketing e Participações Eireli” e a “Mais X Produções Ltda”. A agência que está tratando da publicidade da peça é a “Propeg Comunicação SA”. As gravações ocorreram no Sambódromo, na avenida Marquês de Sapucaí.

Apesar de abrir todo o seu investimento, o que a peça publicitária esqueceu de comentar é o valor recebido pelos cofres municipais durante o período de folia.

Segundo dados da própria prefeitura, emitidos em março deste ano, em 2019, o Carnaval carioca movimentou R$ 3,78 bilhões e 1,6 mi de turistas pela cidade. A receita aumentou em 26%, comparado ao ano de 2018.

Vale lembrar que parte destes recursos movimentados geraram impostos para os cofres municipal, estadual e federal – em nenhum momento foram contabilizados na propaganda.

Além disso, o retorno em emprego e faturamento no comércio também não foram citados na peça. Acrescentando o investimento na cultura popular brasileira – todas estas três ações que devem ser trabalhadas pelo poder executivo, inclusive o municipal.

Ou seja, é melhor deixar tudo bem registrado… Detalhe por detalhe. Ok, Crivella?!

GLOBO RESPONDE

Procurada pelo site ‘Na Telinha’, do UOL, a Globo se manifestou sobre a acusação da Prefeitura do Rio: “Ao contrário do que afirma o comercial em questão, a Globo não vende patrocínio do carnaval, que é um evento das Escolas de Samba. Apenas vende cotas de suas transmissões. Nessa grande festa da cultura popular brasileira, a Globo acredita que todos os envolvidos devem fazer a sua parte. A Globo tem feito a dela”.

Advertisement