Funcionários do ‘Programa Silvio Santos’ ficam confinados com seguranças durante gravação com Jair Bolsonaro, diz colunista

Um climão tomou conta do SBT na tarde de ontem (2). Durante as gravações de seu programa dominical, Silvio Santos recebeu o Presidente da República Jair Bolsonaro.

Segundo informações do colunista Flávio Ricco, do UOL, a equipe da produção do programa teve que ficar confinada durante a gravação de Silvio com Bolsonaro.

Os funcionários da atração ficaram em um camarim “guardados por um batalhão de seguranças”, diz a nota. Não se sabe se esses agentes eram do governo ou do próprio SBT.

O motivo: tentar, mais uma vez, utilizar um canal altamente popular visando que a opinião pública apoie a Reforma da Previdência.

No ano passado, Temer também esteve ao lado de Silvio Santos para tentar popularizar a Reforma Trabalhista. Em vão. Na ocasião, ao menos, não houve relatos como os de ontem.

Em nota, a assessoria de imprensa do SBT respondeu: “Não é verdade. O que ocorreu de fato: o Batalhão Antibombas  realizou uma vistoria no estúdio  bem antes  da gravação e pediu para que todos saíssem do local por alguns minutos.  O que sempre ocorreu com  a vinda de  outros presidentes, faz parte da segurança  do Governo Federal.  Vale lembrar que sem a produção no local, não tem como realizar a gravação “, afirmou.

Imagem: SBT

Advertisement