Luto no samba! Morre, aos 72 anos, a lendária Beth Carvalho

O samba está de luto. Morreu na tarde desta terça-feira, 30 de abril, a cantora Beth Carvalho. Aos 72 anos, a sambista estava internada no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, e não resistiu a uma infecção generalizada.

Beth estava hospitalizada desde o início de 2019. Há poucos dias tinha voltado para casa, mas precisou retornar ao hospital no início da semana. Em nota, o empresário Afonso Carvalho afirmou que a sambista entrou em óbito às 17h33, “cercada de amor e carinho por familiares e amigos”.

A CARREIRA

Com mais de 50 anos de carreira, Beth Carvalho nasceu em 5 de maio de 1946 e ostenta um currículo histórico para o samba nacional. “Andança” e “Coisinha do Pai” são seus principais sucessos. Uma de suas paixões era o lendário Cacique de Ramos, um dos principais blocos carnavalescos do Rio, e o Botafogo de Futebol e Regatas.

Além disso, apostou e revelou diversos nomes importantes do samba, como Zeca Pagodinho, Jorge Aragão e Arlindo Cruz.

Em 2012, Beth precisou passar um por um seríssimo tratamento na coluna. A baluarte do samba ficou internada por mais de um ano em um hospital do Rio de Janeiro. Em 2013, foi enredo da Acadêmicos do Tatuapé, escola de São Paulo.

No ano passado, emocionou o público pela garra ao se apresentar deitada em diversos shows agendados. Recentemente, foi flagrada no hospital cantando com a banda “Os Pretos”.

Ainda não foram informados o dia e horário do velório e enterro de Beth Carvalho.