Continua o impasse sobre o Bloco da Favorita

Apesar de nos últimos cinco anos o desfile ter acontecido na manhã de sábado de Carnaval, o Bloco da Favorita ainda não tem definido o que vai acontecer em 2019.

No ano passado, o bloco levou mais de 2 milhões de foliões à Praia de Copacabana. Simultaneamente, o Cordão da Bola Preta levou, aproximadamente, a mesma quantidade de pessoas ao Centro do Rio.

Com dois mega blocos juntos, o que se viu foi um verdadeiro engarrafamento de pessoas pela cidade. Na manhã de sábado de carnaval de 2018, o metrô sofreu um colapso e diversas estações tiveram que ser fechadas por segurança.

O Cordão da Bola Preta, principal bloco do Rio, está garantido. Sairá na avenida Antonio Carlos, no Centro, concentração às 7h.

Entretanto, o mesmo não se pode dizer do Bloco da Favorita. No momento, a não há uma definição de dia e horário para sua saída.

O impasse envolve a Associação de Moradores de Copacabana, que é contra a saída do bloco de Carol Sampaio na avenida Atlântica. O bloco costuma a desfilar de 3 a 4 horas pela praia e prejudica o andamento do bairro, que possui uma programação própria com outros blocos.

À coluna de Leo Dias, no jornal ‘O Dia’, Carol Sampaio informou que a Prefeitura chegou a sugerir uma mudança de desfile do sábado para domingo ou segunda-feira de carnaval. Entretanto, Carol já tem compromissos na Sapucaí. A PM também dificilmente vai liberar seu contingente, já que sua força estará em torno do Sambódromo.

” Eles [Prefeitura] não me dão outra opção. Chegaram a falar de quarta, mas acaba o feriado 12h e a Polícia Militar também acha inviável no Centro, e eu concordo. Então não vou arriscar queimar o que faço com tanto amor por causa de uma falta de organização deles. Continuo sem entender o porquê de Copacabana não. Com estrutura da pra acontecer lindamente, mas pelo que tenho visto, o Rio tem perdido muito com carnaval de rua. Já aqui em São Paulo só elogios”

Carol Sampaio, ao Jornal ‘O Dia’