Acidente em helicóptero mata o jornalista Ricardo Boechat

Um acidente de helicóptero nesta segunda-feira, 11, em São Paulo, matou o jornalista Ricardo Boechat, aos 66 anos. O âncora da Band estava se deslocando de Campinas, interior de São Paulo, rumo à capital paulista, após realizar uma palestra.

A aeronave caiu no quilômetro 7 da avenida Anhanguera, sentido Castelo Branco. Além de Boechat, o piloto também não resistiu. Ambos morreram carbonizados. Ainda há uma terceira vítima ferida.

Ricardo Boechat é um dos maiores jornalistas do país, com grande aproximação do público carioca. Apesar de nunca ter feito faculdade de jornalismo, era uma referência no rádio, na TV e no jornal impresso. Começou a carreira na década de 70.

Atualmente, Boechat era o âncora do ‘Jornal da Band’ e chamava a atenção pelos fortes comentários sobre o noticiário. Também era apresentador da Rádio BandNews FM e assinava coluna na revista ‘Isto É’. Colecionou passagens pelo Diário de Notícias, Jornal do Brasil, O Globo, O Dia, Rede Globo, SBT e TV Bandeirantes. Na década de 80, foi secretário no governo Moreira Franco, no RJ.

Natural de Buenos Aires, Ricardo Boechat nasceu em 13 de julho de 1952. Em 2019, completaria 67 anos. O profissional deixa seis filhos e a esposa, a doce Veruska, como ele a chamava no ar.