Filme sobre a vida de João de Deus é suspensa, após denúncias

A movimentação nos bastidores para produzir o filme sobre a vida do líder espiritual João de Deus precisou ser paralisada. A repercussão sobre as denúncias de mulheres que afirmam ter sido molestadas pelo médium jogou uma pá de cal sobre o projeto.

Segundo informações do jornalista Leo Dias, do jornal ‘O Dia’, a produção do filme recebeu, na última semana, autorização para captar R$ 4 milhões para aplicar na obra.

Por outro lado, há certa apreensão por parte dos investidores. Uma das possibilidades, segundo a nota do colunista, seria acrescentar o conturbado momento de denúncias no filme. Entretanto, seria preciso de mais verba para contratar pessoal e montar a estrutura de conclusão.

Após quatro mulheres denunciarem João de Deus em entrevista ao ‘Conversa com Bial’, na última sexta-feira (9), outras trinta e quatro pessoas procuraram o Ministério Público para formalizarem queixa contra o líder espiritual de Abadiânia, em Goiás.