Plano de demissão voluntária afasta 257 funcionários da EBC, do Governo Federal

A Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) confirmou que 257 funcionários aderiram ao plano de demissão voluntária. A ação atinge diversos meios de comunicação do governo, como a TV Brasil e a Rádio Nacional, ambas com programação gerada, em grande parte, no Rio de Janeiro.

Em nota oficial, a assessoria de comunicação da EBC esclarece que foram oferecidos incentivos financeiros e sociais aos colaboradores que aceitaram o desligamento. O afastamento acontece a partir de 17 de dezembro.

A saída destes colaboradores representa uma baixa de 13% do quadro funcional. Antes do plano, o contingente de todas as empresas do grupo EBC era de 1962 empregados. Agora serão apenas 1705 à disposição.

Estima-se que a economia chegue a R$ 42,6 milhões aos cofres públicos. A TV Brasil ainda dispõe de 653 funcionários

OPINIÃO

Apesar de todo demonstrativo numérico, misturando pessoas e dinheiro economizado, chama a atenção a perda cultural, irreparável (!!!), oferecida em boa parte da programação EBC.

Essa subtração de recursos humanos, implica, inegavelmente, na qualidade e no trabalho de colocar a serviço do público brasileiro um conteúdo cultural e gratuito.

Embora dinheiro não seja tudo – e não é, mesmo – às vezes pode servir como boa peça decorativa: cortina de fumaça. Lamentável.