Loira Fatal: matou o amante no motel e ganhou o prêmio de mulher mais bela da cadeia no Rio

Verônica Verone Paiva, mais conhecida como ‘Loira Fatal’, conquistou o título “Miss Talavera Bruce”, prêmio que destaca a mulher mais bonita das cadeias do Rio.

Presa desde os 18, a loira cumpre seu sétimo ano de pena que batizou o nome do concurso, dentro do Complexo de Gericinó. A condenação prevê o cumprimento de 15 anos. Solteira, Verônica afirma ter matado o amante, que tentou estuprá-la. Ele era casado.

A conquista veio após desfilar com dois modelos e enfrentar outras nove detentas. A decisão passou por um grupo de dez jurados, a maioria funcionários do presídio. Só concorre quem tem bom comportamento. Verônica só conseguiu o reconhecimento em 2018.

A ideia é aumentar a autoestima das presas: “A maioria dessas mulheres entra aqui com a autoestima destruída. Esse é o momento que elas têm um dia da beleza para se sentirem especiais. Aumenta a autoestima, demonstra que elas não são invisíveis e ajuda muito na ressocialização”, explica Ana Cristina Faulhaber, coordenadora de unidades prisionais femininas e cidadania LGBT, ao Extra.

Imagem: Extra

Advertisement