Prefeitura do Rio emite nota de repúdio contra denúncia do RJ2

A Prefeitura do Rio emitiu nota de repúdio nesta quarta-feira, 21, contra a reportagem veiculada pelo RJ2 um dia antes. No conteúdo, o jornalístico mostra um projeto da CET-Rio que prevê a criação de uma rua ao lado do condomínio do atual prefeito da cidade, Marcelo Crivella. Confira a nota na íntegra.

Sobre a demanda a respeito de obras na região da Barra da Tijuca, a Prefeitura do Rio vem a público prestar os seguintes esclarecimentos:

1) Mais uma vez as Organizações Globo faltam com a verdade. Desta vez, o erro aconteceu na edição de hoje do RJ TV 2, que tenta atribuir ao prefeito Marcelo Crivella os benefícios de uma obra viária que sequer foi aprovada;

2) No dia 19 de setembro deste ano, a Prefeitura anunciou um pacote de medidas viárias para melhorar o fluxo de trânsito na região da Barra da Tijuca. A primeira fase previa a ampliação da Avenida Jorge Curi que, após duplicação, passou a ligar as Avenidas Ayrton Senna e Rachel de Queiroz, atendendo a uma antiga reivindicação dos moradores;

3) Na mesma época, a Prefeitura anunciou estudos para a duplicação da Avenida Engenheiro Cezar Hermano Jordão Freire, que passa atrás do shopping Via Parque;

4) Tal obra contribuirá para diminuir o congestionamento crônico da única saída dos prédios da região, que abrigam cerca de 30 mil moradores;

5) O projeto possui várias fases e não apenas as obras de ligação da Avenida Engenheiro Cezar Hermano Jordão Freire à Avenida Ayrton Senna;

6) Como se vê pelas informações acima, é mentirosa a informação de que tal obra visa a beneficiar o prefeito Marcelo Crivella. Explicamos que o prefeito tem, pela prerrogativa do cargo, o direito ao uso de batedores da Guarda Municipal e do uso de faixas de deslocamento de ônibus e táxis;

7) Portanto, afirmar que a obra de ligação das avenidas visa a favorecer o deslocamento do prefeito é infundado e ofensivo;

8) Reafirmamos que a obra é resultado de um amplo estudo que irá beneficiar mais de 30 mil moradores da região, além de melhorar o fluxo de milhares de veículos que trafegam todos os dias pela Avenida Ayrton Senna.