Guanabara não será patrocinador do Carnaval carioca

O Guanabara, um dos maiores patrocinadores do Carnaval do Rio de Janeiro não investirá nos desfiles das escolas de samba em 2019.

Segundo informações do jornal O Dia,  a rede de mercados está de saída e não vai figurar na Sapucaí. A empresa representava, até este ano, um dos maiores cotistas de publicidades da festa.

O Carnaval do Rio passa um por um dos momentos financeiros mais críticos da sua história. Além da redução e atrasos nos repasses da Prefeitura do Rio, a Liesa vem enfrentando dificuldades para conseguir novos patrocinadores.

A Uber fechou uma cota de R$ 500 mil por escola do grupo especial. Atualmente, a TV Globo representa a maior fonte de renda das escolas. Também é aguardada com expectativa a venda dos ingressos no sambódromo, outra opção de arrecadação.

A falta de recursos também vem impactando sobre a possibilidade de haver ou não o ensaio técnico, um dos eventos populares do Carnaval do Rio. O sambódromo é aberto para a população gratuitamente.

Além de correr o risco de perder essa opção de folia, a saída do Guanabara representa outro prejuízo ao povo carioca. O mercado, tradicionalmente, oferecia sorteio de ingressos para o setor 13, o mais popular da avenida.