Jornalista morre ferido por bala perdida enquanto retornava para casa

O jornalista Daniel Lucas Gomes Delfino, de apenas 27 anos, entrou para as estatísticas, após ser atingido por uma bala perdida em Guadalupe, zona norte da cidade.

O rapaz não resistiu ao ferimento na região do abdômen no início da noite deste domingo, 16. Ele retornava de um chá de bebê.

Emocionado, André Delfino, irmão da vítima, esteve na manhã desta segunda-feira, 17, no IML e disse que a rua onde Daniel estava passando é deserta e que, por isso, a percepção para um atendimento imediato não aconteceu.

Daniel Delfino é ex-funcionário do Grupo Bandeirantes, no Rio, onde atuou na rádio BandNews Fluminense FM e, no momento, estava trabalhando como assessor de imprensa.

Procurada, a PM informou que não houve operação na região onde Daniel foi ferido.

Os números atualizados apontam que em 2018, no estado do RJ, 159 pessoas foram vítimas de bala perdida e, destas, 35 não resistiram.

Ainda não há informação sobre o enterro e o velório de Daniel Delfino. Mais cedo, Ricardo Boechat e Rodolpho Schneider fizeram referências ao profissional durante a programação da BandNews FM Fluminense, local onde Daniel dedicou parte de sua vida profissional.

Imagem: BandNews FM

Advertisement