Juliana Alves perde o cargo de rainha da bateria da Unidos da Tijuca

Há cinco anos à frente da bateria da Unidos da Tijuca, Juliana Alves não será mais rainha da escola. A atriz, inclusive, já foi comunicada do desligamento pelo presidente Fernando Horta.

Procurada, Juliana não quis comentar sobre o assunto. Pelo Instagram, a musa publicou uma mensagem enigmática na tarde de ontem: “Eu, mulher negra, resisto”, disse em uma das frases do texto.

Juliana Alves chegou a Unidos da Tijuca em 2012 e seu primeiro desfile foi no ano seguinte. Internamente, era vista pela comunidade como uma rainha presente e se envolvia bastante nos assuntos da escola.

Advertisement