Documentário vai retratar a vida da vereadora Marielle Franco

A produtora ALC Barreto recebeu o aval financeiro para iniciar os trabalhos na obra que contará a vida da vereadora Marielle Franco, assassinada em março deste ano. Até o momento o caso não teve um desfecho oficial para as autoridades policiais, que seguem investigando o caso.

Marielle foi morta na noite de 14 de março, após sair de um evento político no Centro do Rio. Dentro do seu veículo, ela e o motorista Anderson foram brutalmente assassinados a tiros. Uma assessora da vereadora também estava no local, mas sobreviveu aos disparos.

Segundo informações da coluna ‘Controle Remoto’, do Jornal ‘O Globo’, a Ancine irá viabilizar a quantia em torno de R$ 865 mil. Em andamento, seguem negociações envolvendo a exibição do documentário também na televisão.

Em paralelo, a produtora também irá desenvolver um longa contando a vida de Marielle. Neste trabalho, atores serão contratados para contar o caso.