Globo responde acusações de racismo feitas por Alinne Prado: “Não procede”

O polêmico post de Alinne Prado contando sua saída da TV Globo gerou uma grande repercussão – clique aqui e relembre. Procurada pelo jornalista Daniel Castro, do UOL, a emissora deu sua versão sobre o afastamento da ex-apresentadora do Vídeo Show.

A trajetória de Alinne Prado na Globo por si só mostra que essa acusação não procede. Durante seis anos, Alinne Prado passou por quatro programas na Globo. E em todos pôde atuar em diferentes funções, como repórter ou apresentadora. Alinne entrou em 2011 na Globo News, onde ficou até 2012, quando foi transferida para o Entretenimento da Globo para ser umas das repórteres do programa Encontro Com Fátima Bernardes… Em 2015, Alinne teve a oportunidade de integrar o time do Vídeo Show fazendo reportagens e apresentando o programa, onde permaneceu até 2017. Com os ajustes no Vídeo Show, Alinne ainda foi escalada para trabalhar na equipe de reportagem do Mais Você, no ano passado, por dois meses. Após essa passagem pelo programa, seu contrato chegou ao fim e não foi renovado, numa dinâmica comum a qualquer outro profissional ou empresa.”, afirmou a nota enviada pela Globo ao ‘Notícias da TV’.

Advertisement