Morador do RJ é uma das vítimas de esfaqueamento na Parada LGBT de SP

Neste domingo (3), a 22ª Parada LGBT em São Paulo reuniu mais de 3 milhões de presentes e trouxe as eleições como tema principal. No fim da festa, duas pessoas foram feridas à facada na Rua Sergipe, próximo à Consolação, onde encerrou a apresentação dos trios elétricos.

De acordo com a PM, um dos agredidos recebeu uma facada no abdômen e o outro, na perna. A polícia não divulgou a identidade das vítimas.

O Audiência Carioca apurou que uma delas é carioca e morador da Baixada Fluminense. Seu estado de saúde é estável e não há previsão de alta. A família já foi comunicada. A segunda vítima não teve dados revelados.

A polícia investiga a participação de travestis na agressão.