As polêmicas de Juninho PE: comentarista dividiu opiniões até a saída da Globo. Relembre!

A passagem de Juninho Pernambucano pela Globo durou quatro anos: de 2014 a 2018. O comentarista participou de diversas transmissões do futebol, especialmente na Copa do Mundo no Brasil.

Nesta segunda-feira, 7, Juninho pediu a rescisão de seu contrato com a emissora. Durante a passagem, o ex-jogador colecionou algumas polêmicas e dividiu opiniões nas redes sociais. Relembre:

Resposta de Rodrigo

Após vencer o clássico diante do Fluminense, o zagueiro Rodrigo, então no Vasco, rebateu as críticas recebidas do ex-jogador. O episódio ocorreu em julho de 2015.

Crítica a Martin Silva

Em junho de 2017, Juninho criticou Martin Silva, goleiro do Vasco, ao fazer “cera” durante o duelo dos cariocas diante do Vitória, em Salvador. O assunto foi um dos mais comentados no Twitter.

Crítica a Diego Alves

Mantendo o foco contra a popular “cera”, Juninho voltou a criticar outro jogador, dessa vez Diego Alves, do Flamengo. Em novembro do ano passado, o comentarista afirmou que o rubro-negro não teria esse comportamento jogando no Sevilla, antigo clube do goleiro na Europa. O episódio, mais uma vez, ganhou as redes sociais.

Veto do Flamengo

As críticas no Fla-Flu da Sul-Americana, realizado em novembro de 2018, foi a gota d’água para que a diretoria rubro-negra solicitasse o afastamento de Juninho dos jogos do clube, segundo informou o colunista Léo Dias. Até o fim de 2017, o comentarista não atuou em transmissões do Flamengo na emissora.

Chororô e ameaça de morte

Após criticar Vinícius Junior pelo polêmico gesto do chororô na derrota do Botafogo para o Flamengo em fevereiro desse ano, Juninho foi ameaçado de morte pelo Twitter. O episódio foi parar na delegacia de crimes na internet e fez com que o comentarista pedisse para não participar da transmissão da final da Taça Guanabara.

Renê é feio

Em março de 2018, Juninho criticou a torcida do Flamengo e chamou Renê de feio: “O Renê é feio, é nordestino e não é amigo de ninguém. Essa é a realidade. O Brasil é preconceituoso. O brasileiro é preconceituoso. E a torcida da massa é preconceituosa”. O episódio fez a diretoria rubro-negra disparar nota oficial contra o comentário.

Polêmica com setoristas

Há uma semana, em participação no Seleção SporTV, Juninho questionou o trabalho de setoristas nos clubes. A direção do SporTV respondeu de forma imediata ao comentarista. A saia-justa fez com que não houvesse mais clima para a sua permanência na TV Globo.