São Jorge, o santo mais popular do Rio, é pauta dos principais jornais da cidade

Salve, Jorge! Se tem um santo com a cara e alma do carioca, este atende por São Jorge. Tanto que, desde 2002, é feriado na cidade do Rio de Janeiro. Em 2008, o então governador Sérgio Cabral estendeu a comemoração para todo o estado fluminense.

Antes mesmo dos feriados, os devotos, mesmo ainda em dia de expediente, arrumavam um jeitinho para reverenciar o Santo Guerreiro. A igreja de S. Jorge situada próxima à Central do Brasil, é um dos principais locais procurados pelos apreciadores.

Outro local de grande movimentação é a paróquia que recebe o nome do santo em Quintino, na zona norte. Além da tradicional alvorada, os presentes participam de missas realizadas de hora em hora e de barraquinhas na festa do padroeiro.

Habitualmente, as principais mídias do Rio estendem seus trabalhos com entradas ao vivo dos dois principais pontos de procura. Apesar da notória pauta já exibida, a famosa convenção de São Jorge é motivo para comemorar e agradecer pelas bençãos recebidas pelos presentes e para quem acompanha de casa.

Independente do sentido religioso, o Rio precisa… E muito!