Crítica: Como foi a estreia de ‘Agora é com Datena’ nos domingos da Band

José Luiz Datena iniciou neste domingo, 22, a luta pela audiência na TV. Com exaustas seis horas de duração, o comunicador terá o desafio de conseguir prender a audiência deste que é o maior programa de auditório nos fins de semana.

No palco estiveram grandes nomes da MPB, casos de Amado Batista e Zezé di Camargo e Luciano. Uma entrevista com o deputado Jair Bolsonaro, candidato à Presidência da República, e com o cantor Luan Santana também foram exibidas, entretanto gravadas. Além disso, uma reportagem sobre a venda de venezuelanos em Roraima foi destaque da atração.

Positivamente, Datena conta a seu favor com o prestígio, opiniões fortes e carisma. Sabe conversar com o público. Segurar seis horas de palco, ainda que parte deste conteúdo seja gravado, não será fácil. Além de muito trabalho externo, conseguir um roteiro que prenda o telespectador será necessário. O material exclusivo sobre os venezuelanos foi bem produzido e relevante.

Alguns internautas também reclamaram do estúdio em tom escuro. O programa é exibido às 15h, o que destoa da faixa vespertina. A passagem da parte gravada em conjunto com o ao vivo também terá que ser revisto. Mesmo sendo claros quanto ao esquema de gravações, os cortes precisam ser menos gritantes ao público.

No fim das contas, a estreia fecha com mais tons positivos que negativos. Especialmente por ser mais uma opção, com certa qualidade, ao telespectador que deseja fugir da grade dominical.

Com Guilherme Beraldo, do Portal do Beraldo.